7 Curiosidades Surpreendentes sobre a Itália


04/09/2018   


A Itália oferece uma experiência de viagem completa, com a imersão em uma cultura marcante, sabores de uma rica gastronomia, paisagens inesquecíveis e um idioma que representa a personalidade de um povo!

Confira em baixo a lista de 7 curiosidades da Itália que vão aumentar seu desejo de conhecer o país da bota!

1 – A Itália tem mais obras-primas por metro quadrado que qualquer outro lugar do mundo!

Grandes artistas da história da humanidade foram italianos, e até hoje, de norte a sul do país, você pode admirar obras-primas clássicas para a história da arte. Viaje para Florença e conheça o magnífico Davi de Michelangelo.

Em Milão, admire A Última Ceia, de Leonardo da Vinci. Em Veneza, o painel da Assunção da Virgem, de Titian.

A cidade de Roma pode ser considerada um museu a céu aberto, com obras inacreditáveis do escultor Bernini em várias praças da cidade. Se você é um amante de arte, é impossível não se encantar – e se emocionar na Itália!

2 – A Itália é a campeã do mundo em propriedades registradas como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO

Mais uma das curiosidades da Itália e um motivo para visitar a Itália se você é um admirador de arte, arquitetura e história! A Itália é o país campeão de registros de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. São 53 propriedades registradas e mais 40 na lista de espera para a certificação.

Regiões como as Villas Médici na Toscana, o centro histórico de Siena, a Costa Amalfatina e a cidade de Verona são apenas alguns exemplos de lugares considerados de valor inestimável pela UNESCO, e que você precisa conhecer na Itália.REBRÁTIS »

3 – Os italianos estão entre os povos que mais gesticulam em todo o mundo

O italiano é um idioma incrível, um dos mais românticos e envolventes do mundo. Mas pra falar italiano de verdade não basta apenas saber conjugar os verbos e aprender o vocabulário: é preciso falar com as mãos!

Qualquer simples diálogo entre italianos sempre é muito acalorado, e gesticular é parte da comunicação. Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Roma Tre, são mais de 250 gestos utilizados pelos italianos no dia-a-dia, o que forma um código linguístico único, rico e complexo!

Tem até gente defendendo que um italiano poderia se comunicar um dia inteiro só com gestos, sem uma única palavra!

4 – As moedas jogadas na Fontana di Trevi valem muito mais que um desejo!

Todo turista que vai a Roma já sabe: para ganhar um desejo, é preciso jogar uma moeda nas águas da Fontana di Trevi. O ritual tradicional pede que a moeda seja arremessada de costas, com a mão direita por cima do ombro esquerdo. Voltar um dia na Cidade Eterna é o desejo mais popular entre os turistas.

Um milhão de euros na fonte

Essa é uma das curiosidades da Itália que surpreendem muita gente. O que pouca gente sabe sobre a Fontana di Trevi é o destino de todas essas moedas. Em 2016, mais de um milhão de euros foram recolhidos das águas da linda fonte.

Todos os anos, esse dinheiro é recolhido e doado para uma instituição de caridade ou empregado em um projeto social em Roma. Sua moeda vale um desejo e uma boa ação!

5 – Existe uma fonte de vinho tinto na Itália, que funciona 24 horas por dia – e é grátis!

A Itália é conhecida por suas vinícolas tradicionais e vinhos mundialmente premiados. Como se isso não fosse suficiente, você ainda pode visitar a cidade de Villa Caldari, na região de Abruzzo, onde a vinícola Dora Sarchese mantém funcionando a Fontana del Vino.

Uma fonte de vinho tinto que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. Parece sonho, mas a fonte é uma realidade aberta ao público, e os viajantes podem se servir a vontade!

6 – Comida na Itália é coisa séria!

A gastronomia italiana é uma das mais respeitadas do mundo. Pizzas, queijos, massas. Cada região do país tem uma tradição na cozinha, com ingredientes locais aproveitados ao máximo em seu sabor e qualidade. Cada cidade ou região tem pratos tradicionais, como o nhoque alla sorrentina, na comuna de Sorrento, e a bisteca alla fiorentina, prato típico da cidade de Florença.

Apesar da diversidade de sabores, de norte a sul do país, uma coisa é única para os italianos. O momento da refeição é sagrado, e acontece como um ritual que não pode ser desrespeitado.

Café da manhã

Para o café da manhã, ou prima colazione, o mais pedido é a dupla Cappuccino e Cornetto, uma espécie de croissant doce. As refeições do pranzo (almoço) e a cena (jantar) acontecem como um ritual. Começam com o antipasto, que é o aperitivo.

Primo, secondo piato e insalata

O primo piato é uma massa ou um risoto. O secondo piato geralmente é uma carne, peixe ou ave. Em seguida, vem a salada, conhecida como insalata.

Dolce

Por último, o dolce, que pode ser a sobremesa, um café ou um licor. Para comer como um italiano, é preciso ir sem pressa e se preparar para comer muito – e bem!

7 – Vai um pãozinho?

Pouca gente sabe, mas o pão é considerado sagrado para muitos italianos. Ele é reaproveitado ao máximo, e quando é preciso jogá-lo fora, muitos italianos costumam beijá-lo antes de colocá-lo no lixo.

300 tipos de pães na Itália

São mais de 300 tipos de pães na Itália, e cada um reflete os ingredientes e sabores de uma região do país. Inclusive, o famoso Panetone tem origem em Milão, no norte da Itália.

Lenda do pão

Conta a lenda que um padeiro chamado Toni criou o pão doce em homenagem ao seu amor impossível, a filha do patrão. A iguaria fez sucesso e rapidinho todos os clientes começaram a pedir pelo Pani de Toni. Uma delícia de invenção, concordam?

Compartilhar